Sunday, December 18, 2005

Seminário de Inovações Tecnológicas com a Aplicação de Cluster e Grid no ambiente do Governo Federal

Participei do Seminário de Inovações Tecnológicas com a Aplicação de Cluster e Grid no ambiente do Governo Federal esta semana, entre 15 e 17 de dezembro de 2005.

O seminário destacou-se pelo excelente nível técnico das palestras e pela boa organização do evento em geral. A equipe da SLTI, do Ministério do Planejamento, foi quem tocou o projeto pra frente e fez tudo ficar com ficou.

Minha palestra, sobre "Integração de Linux a Redes Windows", correu muito bem. O pequeno auditório ficou quase lotado e pouca gente dormiu. :-)

Notei que mesmo os que dormiram estavam se esforçando bastante pra prestar atenção, apesar de lá fora ser um Sábado frio e chuvoso, e a palestra ter sido logo após o almoço. Esse pra mim foi o grande indicativo de sucesso da palestra :-).

Vou tentar dar essa palestra novamente em outros eventos. Dando uma melhorada na forma e no conteúdo, pode ser interessante pra muita gente.

Eu pessoalmente não conheço nenhuma média ou grande e rede que não tenha Linux e Windows convivendo. Infelizmente, porém, a integração entre os ambientes não é muito bem feita na maioria dos casos.

Vamos ver se pinta alguma outra oportunidade.

Update: Fotos do Seminário, do César Cardoso (amigo do MDS)

Sunday, December 4, 2005

Firefox + NTLM + Squid

Firefox transparent auth using Squid + NTLM:

network.automatic-ntlm-auth.allow-proxies - true

Reference: Kerio WinRoute Firewall Manual.

Tuesday, November 29, 2005

Entrevista Hayao Miyazaki

Saiu no Guardian uma boa entrevista com o Hayao Miyazaki. Um momento raro!

Friday, November 25, 2005

Python + Eclipse in Ubuntu

Upgrade to at least Ubuntu 5.10 (Breezy), then

# apt-get install java-gcj-compat eclipse-pde-gcj eclipse-jdt-gcj
Then, based on the PyDev FAQ:

Tuesday, November 1, 2005

Error in samba: "make_server_info_info3: pdb_init_sam failed!"

"make_server_info_info3: pdb_init_sam failed!"

If this error is appearing in your logs when trying to authenticate samba users to Active Directory with winbind, change your /etc/nsswitch.conf:

passwd: files winbind
group: files winbind

Tuesday, October 18, 2005

Não assista aos 2 filhos de francisco.

Free Image Hosting at www.ImageShack.usNão perca seus preciosos tempo e dinheiro indo ao cinema para assistir os dois filhos de francisco, como eu fiz na semana passada - ainda que pagando apenas três reais. A nota no iMDB é 7.5 mas deveria ser 4.5.

Primeiro, quem como eu não gosta de música sertaneja não vai se emocionar com as cantorias repetitivas. Depois, que a narrativa é pouco comovente e a história não respeita quem desconhece a vida pessoal dos cantores, o que acaba prejudicando a boa lógica do roteiro.

Por exemplo, há um momento lá pelo final do filme que mostra, de forma bastante superficial, o relacionamento do personagem do Luciano com uma moça, com a qual terá um filho. Esse trecho ficou totalmente solto na história, sem início e sem fim. Pra mim ficou muito claro que o diretor queria "enfiar" a história do filho (filha?) do Luciano no filme, ainda que isso não se encaixasse bem com o conjunto. É o tipo de coisa que faz o espectador pensar "tá, e ai?".

Falo mal também da atuação do cara (Márcio Kieling?) que interpretou o Zezé/Mirosmar. Ele até ficou parecido com o original, mas o sotaque de carioca e a falta de naturalidade nos diálogos dele são de doer.

Por fim, pra quem não conhece e não tá nem ai pra história dos cantores (por exemplo, pros gringos) é uma brincadeira de mal gosto fazer surgir no filme um personagem central (Luciano/Welson) já nos 30 minutos do segundo tempo, que antes de fazer dupla com o irmão era só mais um dos irmãos anônimos de pé sujo.

Só pra citar umas coisas positivas no filme, achei os meninos bem talentosos e convincentes e foi legal ver que a dupla - Zezé di Camargo e Luciano - tem uma história bem brasileira de luta por ascenção social.

Mas coitado de quem pensar que esse filme tenha chance de aparecer na lista dos concorrentes ao Oscar.

Saturday, October 1, 2005

II FGSL

O II Fórum Goiano de Software Livre foi bem legal. Apareceu muita gente, os eventos que eu pude participar foram muito produtivos e eu me diverti um bocado. Me pareceu Uma evolução notável entre o primeiro e uesse.

Esse Fórum provou que o movimento do software livre em Goiás está amadurecendo. O PSL-GO está bem organizado e conseguiu juntar um monte de gente pro evento. Veio gente do Brasil inteiro palestrar e participar. Pra listar alguns: Prof. Pedro Rezende, César Brod, Piter Punk.

Continuando com os méritos, o pessoal fez camisas bem legais do PSL-GO. O José Júnior fez um sistema em PHP bem legal pra gerenciamento de eventos. Pôxa. Muita coisa funcionou muito bem. Como eu falei, uma grande evolução.

Houve problemas, claro. O processo de inscrição foi um pouco conturbado, e tivemos (eu pelo menos tive) problemas com a infra-estrutura do local. Ingenuamente, pensei que teríamos conexão liberada à Internet. Resultado: minha oficina sobre instalação do CACIC foi bem capenga. Na maior cara de pau, finalizei a oficina sem ter deixado a instalação funcionando! :-( Que fique como lição pessoal pro próximo ano.

Uma questão que tentarei discutir melhor é o projeto de lei goiano para adoção do SL no governo estadual. Vou tentar acompanhar esse processo, que merece atenção. Pra adiantar, acho que a lei é falha. Ela pode ser simplesmente anti-GPL se interpretada literalmente...

Parabéns aos organizadores do PSL-GO!!! (akira, Danielle, José Júnior, Thiago Menezes e todo mundo mais por lá!)

Vocês foram porretas!

Monday, September 26, 2005

Neuromarketing

Uma leitura curiosa: Neuromarketing. O Neuromarketing tenta analisar as reações neurológica das pessoas com relação a propagandas, embalagens, sabores, marcas, por meio de ressonância magnética por imagem.

Veja um trecho do artigo, que explica o surgimento e as idéias dessa metodologia:

Ressonância Magnética
He decided to conduct his own taste tests, only this time, the subjects were hooked up to an MRI (magnetic resonance imaging) machine and observed their neural activity. Though half of the participants, without knowing which sample was which, said that they preferred the one that was actually Pepsi, once told with samples were Coke, seventy-five percent said they preferred the taste of Coke. When looking at the MRI, Dr. Montague noticed that the neural activity changed once the subject was aware of which sample was which brand. When tasting Coke, once the brand of the sample was revealed, the medial prefrontal cortex -- a part of the brain that controls higher functions -- lit up like a Christmas tree.

What Dr. Montague thought might be happening was that the brains of the test subjects were recalling images and other forms of emotional association from Coke’s marketing and advertising. The brand itself was trumping the quality of the product.


A conclusão é interessante, mas não do ponto de vista científico.

O próprio mapeamento dos sinais BOLD é pouco preciso, com muita interferência de atividades cerebrais aleatórias. Busca-se resolver essas incertezas com o uso de métodos estatísticos, mas as informações que se extraem parecem bastante generalistas e superficiais. Parece complicado deduzir informações baseadas em um instrumento tão pouco preciso.

Imagine agora a aplicação dessa técnica à interpretação das reações humanas frente a marcas e produtos. A informação útil que aquele estudo gerou foi que a Coca-Cola desperta mais atividade num campo específico do cérebro do que nos consumidores do que a Pepsi. A partir dai, induziu-se que ela traria lembranças de boas emoções.

Essa indução é problemática.

Vou fingir que sou Doutor na área e levantar algumas perguntas críticas:

Quem garante que, numa amostra tão pequena, de fato tenha havido mais atividade naquela área cerebral? Lembre-se que há interferências de atividades alteatórias no mapeamento por ressonância. Imagino que pra essa

Quem pode provar que essa atividade realmente tenha a ver com associação a boas emoções? Existem infinitas possibilidades de nuâncias de sentimentos e o mapeamento ainda é pouco preciso nesse sentido.

Finalmente, há outra questão ainda mais sensível, que, creio, demonstra ainda mais claramente a utilização de "indução" nessa técnica. O artigo (não sei dizer quanto ao estudo) sugere que a menção da marca Coca-Cola traz boas lembranças ao sujeito, que então valorizaria mais o produto.

Pode-se garantir que essa "associação emocional" não pode estar relacionado a outro elemento mais ou menos parecido, como, hipoteticamente, a noção de que aquele produto satisfaz um vício psicológico ou biológico do sujeito?

Pra mim, o neuromarketing é uma grande forçação de barra.




Indução: [ Pedro é homem, Pedro é Rei .: Todo homem é Rei]




Curiosidade inútil:
O SPM, utilizado para mapear as informações da ressonância magnética por imagens, é distribuído como software livre, apesar de aparentemente depender do MATLAB, que é proprietário.

Neuromarketing

Uma leitura curiosa: Neuromarketing. O Neuromarketing tenta analisar as reações neurológica das pessoas com relação a propagandas, embalagens, sabores, marcas, por meio de ressonância magnética por imagem.

Veja um trecho do artigo, que explica o surgimento e as idéias dessa metodologia:

Ressonância Magnética
He decided to conduct his own taste tests, only this time, the subjects were hooked up to an MRI (magnetic resonance imaging) machine and observed their neural activity. Though half of the participants, without knowing which sample was which, said that they preferred the one that was actually Pepsi, once told with samples were Coke, seventy-five percent said they preferred the taste of Coke. When looking at the MRI, Dr. Montague noticed that the neural activity changed once the subject was aware of which sample was which brand. When tasting Coke, once the brand of the sample was revealed, the medial prefrontal cortex -- a part of the brain that controls higher functions -- lit up like a Christmas tree.

What Dr. Montague thought might be happening was that the brains of the test subjects were recalling images and other forms of emotional association from Coke’s marketing and advertising. The brand itself was trumping the quality of the product.


A conclusão é interessante, mas não do ponto de vista científico.

O próprio mapeamento dos sinais BOLD é pouco preciso, com muita interferência de atividades cerebrais aleatórias. Busca-se resolver essas incertezas com o uso de métodos estatísticos, mas as informações que se extraem parecem bastante generalistas e superficiais. Parece complicado deduzir informações baseadas em um instrumento tão pouco preciso.

Imagine agora a aplicação dessa técnica à interpretação das reações humanas frente a marcas e produtos. A informação útil que aquele estudo gerou foi que a Coca-Cola desperta mais atividade num campo específico do cérebro do que nos consumidores do que a Pepsi. A partir dai, induziu-se que ela traria lembranças de boas emoções.

Essa indução é problemática.

Vou fingir que sou Doutor na área e levantar algumas perguntas críticas:

Quem garante que, numa amostra tão pequena, de fato tenha havido mais atividade naquela área cerebral? Lembre-se que há interferências de atividades alteatórias no mapeamento por ressonância. Imagino que pra essa

Quem pode provar que essa atividade realmente tenha a ver com associação a boas emoções? Existem infinitas possibilidades de nuâncias de sentimentos e o mapeamento ainda é pouco preciso nesse sentido.

Finalmente, há outra questão ainda mais sensível, que, creio, demonstra ainda mais claramente a utilização de "indução" nessa técnica. O artigo (não sei dizer quanto ao estudo) sugere que a menção da marca Coca-Cola traz boas lembranças ao sujeito, que então valorizaria mais o produto.

Pode-se garantir que essa "associação emocional" não pode estar relacionado a outro elemento mais ou menos parecido, como, hipoteticamente, a noção de que aquele produto satisfaz um vício psicológico ou biológico do sujeito?

Pra mim, o neuromarketing é uma grande forçação de barra.




Indução: [ Pedro é homem, Pedro é Rei .: Todo homem é Rei]




Curiosidade inútil:
O SPM, utilizado para mapear as informações da ressonância magnética por imagens, é distribuído como software livre, apesar de aparentemente depender do MATLAB, que é proprietário.

Thursday, September 8, 2005

Suriproxy - Release soon..

"Release Soon, Release Often".

Com esse mantra na cabeça, estou disponibilizando o Suriproxy, uma ferramenta anti-spam e, principalmente, anti-phishing.

O suriproxy é um PROXY SMTPD para o Postfix, que filtra as mensagens recebidas pelo daemon smtpd e repassa a outro daemon, seja um amavis ou outro smtpd do postfix.

Ele faz consultas URIBL de DNS quando encontra algum link nas mensagens, ele consulta se o domínio deste link está nas listas URIBL (inclusive na
uribl.cetico.com).

Veja o exemplo. Você recebe o e-mail com o seguinte texto:

<a xhref="http://www.blable.net" mce_href="http://www.blable.net">CLIQUE AQUI</a>

ou ainda

<a xhref="http://www.blable.net/virus-mal.scr" mce_href="http://www.blable.net/virus-mal.scr">CLIQUE AQUI</a>

O Postfix pedirá que o Suriproxy verifique essa mensagem. Este, por sua vez, irá consultar seus dominios URIBL (uribl.cetico.com e multi.surbl.org), para ver se "blable.net" está em alguma dessas listas.

Caso esteja, antes mesmo de se terminar a conexão SMTP, o Postfix mostrará uma mensagem de erro, informando que aquele e-mail não foi aceito. Isso evita que mensagens sejam perdidas, mas por outro lado não gera BOUNCES ou tráfego desnecessário para você.

A instalação pode ser um pouco complexa para usuários iniciantes, principalmente porque ainda não tive tempo de escrever uma documentação bem detalhada.

Além disso, em alguns casos, um bug ainda não resovido faz com que a ferramenta aja de forma inesperada, fechando conexões antes da hora, o que faz com que o servidor remoto tenha que enviar a mensagem novamente. Isso geralmente só acontece quando o host remoto envia mensagens lentamente.

Para pegar o Suriproxy, siga este link. Veja o README sobre instruções de instalação. Qualquer dúvida deixe um comentário aqui, que responderei assim que possível.

Muito obrigado a todos pelo interesse :-).

Tuesday, September 6, 2005

Release do Mozilla Calendar 0.3a1 está próxima

Aparentemente, acompanhando o blog do Sipaq e o tracking bug da release 0.3a1, a nova versão pública está próxima.

Na versão atual, o Sunbird tem muitos bugs sérios, que atrapalham a integração com serviços WebDAV. No meu caso, o Mozilla Calendar é item estratégico no projeto de migração de uma plataforma Microsoft Exchange. Sem um sistema de calendário robusto, é impossível deixar de usar o combo "Exchange+Outlook".

O Wiki é outra fonte de informações sobre o projeto.

Tuesday, August 23, 2005

Como usar o Google Talk no seu cliente Jabber preferido para Windows

English

O Google irá lançar o Google Talk amanhã, mas você já pode se conectar.

Basta usar um cliente Jabber completo, como o Gaim ou Exodus.

Download do Gaim

Download do Exodus

Os dados que voce precisa são:

Servidor: talk.google.com
Porta: 5222
Usuario: seugmail@gmail.com (com domínio)
Senha: sua senha do gmail

Boa sorte!! :-)

How to use Google Talk using your preferred Jabber Client for Windows

Google will launch tomorrow its instant messaging service.

You can connect to it using any Jabber full client for Windows, like Gaim or Exodus (I could not make it work with Miranda, a great client).

You need to setup the following:

Server: talk.google.com
User: youremail@gmail.com (with the domain part)
password: yourpass
port 5222

Add me if you want :-) yves.junqueira@gmail.com

Thursday, July 28, 2005

CACIC - Agente para Linux

http://www.cetico.org/cacic/cacic-agente-linux-1.0rc1.tar.gz

Essa é a versão 1.0RC1 do agente para Linux. Acredito que ela está
praticamente pronta para ser disponibilizada publicamente - por isso é
o Release Candidate 1.

Algumas mudanças dessa pra última, são:

- Criado script de instalação "install.sh" (não serve para
atualização, apenas para a primeira instalação).

- Melhor consistência nas mensagens de saída e interatividade com o usuário.

- Melhor organização do código.

- Agente irá entender a configuração "MACs Inválidos".

- Agente irá entender quando uma determinada "etiqueta" da coleta de
patrimônio for desativada.

- Corrigidos outros bugs. (Ver bugzilla).

Sugestões de metas para a próxima versão:
(por favor, dêem palpite também)

- Atualização automática

- Coletar informações de placa de vídeo, etc

- Coletar informações de "compartilhamentos" Samba e NFS.

- Melhorar organização do código (argh).

Eu pessoalmente prefiriria, entretanto, começar a mexer no gerente.

Mais informações sobre o desenvolvimento em:

http://www.cetico.org/wiki

http://listas.cidades.gov.br/cgi-bin/mailman/listinfo/cacic-agente-linux

http://www.governoeletronico.gov.br/cacic

- Yves Junqueira

Wednesday, June 15, 2005

Delete print jobs in cups - cupsd

To delete print jobs in cups in a Linux system you should use this command:

# lprm

Or, to cancel all jobs:

# lprm -


list print jobs in cups or cupsd

To list print jobs in cups, issue:

# lpq -a

tdb(/var/cache/samba/printing.tdb): rec_free_read bad magic 0x0 at offset=21104

[2005/06/15 20:33:36, 0] tdb/tdbutil.c:tdb_log(531) tdb(/var/cache/samba/printing.tdb): rec_free_read bad magic 0x0 at offset=21104

If you find something like this in your logs, and you can't print, just remove the file and restart samba.

Visit my sponsors if you find this information and their ads useful hehe.

Wednesday, June 8, 2005

Jun 8 14:57:50 rinetd[21939]: accept(0): Socket operation on non-socket

For the record.

Jun 8 14:57:50 rinetd[21939]: accept(0): Socket operation on non-socket


I had this syslog message filling my hard disk due to a configuration problem of rinetd.

I was setting it to list in a IP address which was not set to the network interfaces. I usually setup many IP's for external interfaces in a host. I had disabled a certain IP for some time (ip addr del ..) and rinetd got crazy.

Fix: check what IP it is trying to listen in.
# /etc/init.d/rinetd stop

# tail -f /var/log/syslog |less

in another screen:

# /etc/init.d/rinetd start

You will see:

Jun 8 14:57:48 rinetd[21939]: couldn't bind to address port (Cannot assign requested address)
Jun 8 14:57:48 rinetd[21939]: Starting redirections...


Then just go and remove that reference in rinetd.conf and you're done.

Tuesday, June 7, 2005

PF-Graph - Solução para análise de logs do Postfix

Estou desenvolvendo uma ferramenta para análise de logs do Postfix. O PF-Graph, além de gerar relatórios com base em remetentes ou destinatários (incluíndo busca por domínios), cria gráficos coloridos sobre o status do serviço.

Veja abaixo algumas screenshots:

Free Image Hosting at www.ImageShack.usPF-Graph, mostrando o sumário de gráficos.

Free Image Hosting at www.ImageShack.usResultado de busca

Entre os recursos do PF-Graph, incluem-se:

- Capacidade de auditar todas as mensagens recebidas e enviadas em um ou mais servidor de e-mail, em tempo real.

- Um daemon/agente rodando nos servidores de e-mail é responsável por coletar as informações em tempo real, e atualizar o banco de dados.

- Capacidade de mostrar total de bytes trafegados para um usuário, domínio ou qualquer termo de busca(exige Amavisd-new ou Suriproxy).

- Escrita em Perl, com integração nativa para MySQL, mas possível de se adaptar para outros bancos de dados, conforme a necessidade.

Assim que eu der uma "limpada" no código do PF-Graph, o mesmo será disponibilizado sob a licença GPL. Caso esteja interessado nessa ferramenta, deixe um comentário!

Até mais!

Monday, June 6, 2005

004 dk.eos.net.FtpError: Login incorrect.

If you get this error in blogger, even if you are using blogspot.com, not FTP:

004 dk.eos.net.FtpError: Login incorrect.

You can fix it by cleaning your browser cache, or just using a different browser temporarily (ie < -> firefox).

How to bypass Windows Terminal Services 3 month trial

HOW TO RESET WINDOWS TERMINAL SERVICES 3 MONTH TRIAL
Warning: greyhat content.

Thanks to a Microsoft article, I've found out that it is very easy to extend your Windows Terminal Services 3-month trial or experience time. It's so easy that I'm sure many administrators have done this in their own systems, while waiting for their managers or financial staff to buy the definitive licenses (not being hypocrite here).

Following these instructions, you don't have to crack Windows Terminal Services. You won't mess with your system. The magic is to only delete the licenses databases both in the server and the clients, and let windows re-create them for you.


----

Make sure you've installed "Terminal Services Licensing". By the way, this method only makes sense if you need to use Terminal Services in Application Mode, which is the one that requires licensing.

The idea is quite simple.

First, disconnect all users from the terminal. If you need to do this remotely, you can also disconnect yourself, and access the files remotely.

Go to %WINDIR%\system32\lserver

Notice the file TSLIC.edb. Rename it to tslic.old

In every client computer, remove the CAL TS registry keys, located at:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\MSLicensing

Restart your server.


Finally, if you need more information about how to crack terminal services, go check at Microsoft's web site. See the "Cause 2" steps. :-)

Shouldn't MS improve the security for TS Licensing in the next versions of Windows (2003 with SP1 is also easy to "crack")?

PS> I am definitely against software piracy. I strongly believe that Microsoft should strength their anti-piracy policy. Only then they could theoretically lower their licensing prices. The biggest result, though, would be a huge increase of free software popularity. Only then we, FOSS proponents, would have the opportunity to prove our paradigm is superior (now I'm being hypocrite, I guess).

New home: cetico.org

Great. As GoDaddy's prices are so low, I've decided to pay for a web hosting (so cheap!) and host this blog there.

Unfortunately I've lost my old site's layout, so I'll have to start that from stratch. Argh. It's so painful to draw web sites. I'll see if Macromedia can give me hand (Fireworks, Dreamweaver, etc).

Tuesday, May 24, 2005

tail-nagios information and source code

Hi.

Some fellows from nagios-users list have requested more information about my solution to integrate nagios 2.0 with mysql, so here it is.

Since nagios 2.0 doesn't have built-in support for mysql, we have to find another way to integrate this software with a custom interface that reads a database.

A way to do that is to use service performance data (service_perfdata).

You'll need to setup service_perfdata_file to a "log" of service perfomance data, and design a service_perfdata_file_template.

In my case, I used:

service_perfdata_file=/usr/local/nagios/var/service-perfdata
service_perfdata_file_template=[SERVICEPERFDATA]\t$TIMET$\t$HOSTNAME$\t$SERVICEDESC$\t$SERVICESTATE$\t
$SERVICEEXECUTIONTIME$\t$SERVICELATENCY$\t$SERVICEOUTPUT$
\t$SERVICEPERFDATA$\t$SERVICESTATETYPE$

(singe line)

Then, after restarting nagios, and if you don't forget to check permissions for that perdata file, nagios will start to append service check output to this file.

The next step is to read this file and update a database as we want.

In my case, I've designed a simple table that will list every server and service and their latest status combined in a "object" row.


> describe status;
+--------+--------------------------+------+-----+---------+-------+
Field Type Null Key Default Extra
+--------+--------------------------+------+-----+---------+-------+
objeto varchar(45) PRI
tipo varchar(45)
status varchar(45)
output varchar(255)
time int(16) unsigned YES NULL
hard int(1) unsigned zerofill 0
+--------+--------------------------+------+-----+---------+-------+


> select * from status limit 1;
+-----------------------+---------+--------+------------------------------------------------------+------------+------+
objeto tipo status output time hard
+-----------------------+---------+--------+------------------------------------------------------+------------+------+
adsl-router.LINK_ADSL servico OK HTTP OK HTTP/1.0 200 OK - 1.113 second response time 1116971094 1
+-----------------------+---------+--------+------------------------------------------------------+------------+------+


"objeto" means "object" and "tipo" means "type" (unused, actually).




The script to read the logs and update the database is:

---------------------------------------------------------------
#!/usr/bin/perl -w

# tail-nagios
# v. 0.001
# Yves Junqueira - yves.junqueira AT gmail.com
# License: GPL

use strict;

use DBI;
use File::Tail;

my $driver = "mysql";
my $user = "nagios";
my $password = "mypass";
my $database = "nagios";

my $oldlogs = 0;
my $verbose = 0;

my $name = '/usr/local/nagios/var/service-perfdata';
my $file = File::Tail->new(
name => $name,
interval => 3,
adjustafter => 5,
tail => -1
);

print "Tail Nagios\n";
my $dsn = "DBI:$driver:dbname=$database";

my $dbh =
DBI->connect( $dsn, $user, $password, { RaiseError => 1, AutoCommit => 1 } )
or die "could not connect $!";

my $sth =
$dbh->prepare(qq[select time, objeto from status order by time DESC LIMIT 1]);

$sth->execute();

my ( $lasttimestamp, $lastobjeto ) = $sth->fetchrow;

$lasttimestamp = 0;
$lastobjeto = 0;

my $count = 0;
my $nextok = 0;
my $lastcommit = 0;

my $sth2 = $dbh->prepare(
qq[
replace into status (objeto, tipo, status, output, time, hard) values
(?,?,?,?,?,?)]
);

while ( defined( $_ = $file->read ) ) {

#[SERVICEPERFDATA] 1111058462 roteador-cpd1 PING OK
# 4.008 0.135 PING OK - Packet loss = 0%, RTA = 1.32 ms
s/[\n\r]//g;

my (
$i, $time, $maquina, $servico, $status,
$checkduration, $latency, $output, $etc, $statetype
)
= split /\t/;

if ( ( $time < $lasttimestamp ) && ( $oldlogs != 1 ) ) { #print "."; } else { if ( ( $time > $lasttimestamp ) ( $oldlogs == 1 ) ) {

my $hard = ( $statetype eq "HARD" ) ? 1 : 0;

if ( $verbose >= 1 ) { print "Insert this!\n"; }
$sth2->execute( $maquina . "." . $servico,
'servico', $status, $output, $time, $hard )
or die "Argh $!";
}
}
}
if ( $verbose >= 1 ) { print "Finish. Will commit\n"; }
print "1\n";
$dbh->commit()
or print "oh no! $!\n"
; # I don't even need this since AutoCommit is on. But someday I can turn it on...
print "2\n";
$sth->finish() or print "sth finish booo $!\n";
print "3\n";
$sth2->finish() or print "sth2 finish aaaaaaaaaa $!\n";

print "4\n";
$dbh->disconnect();
print "end\n";

#1;


---------------------------------------------------------------

This script is not a daemon actually, but I run the following script in the crontab, that checks if it's running, and starts tail-nagios if necessary.

-------------------- tnagios-monitor.sh -----------------------
#!/bin/sh
pidof -x tail-nagios 2>&1 > /dev/null (echo "Starting tail-nagios" ; /usr/local/bin/tail-nagios &)

---------------------------------------------------------------

A desirable /etc/crontab follows:

*/5 * * * * root /usr/local/sbin/tnagios-monitor.sh


Well that's almost all you need.

Sorry if it's a mess, but it serves my needs.

If you need more information, or maybe is interested in the perl+apache user interface that shows services status, please let me know.

Monday, May 23, 2005

Sistema de monitoramento de serviços e servidores

Monitorar o status de serviços e servidores de TI é uma tarefa complexa, mas bastante importante.

Para um administrador - pelo menos para mim - ser o último a saber que um serviço saiu do ar é extremamente constrangedor. Com essa preocupação, planejei um sistema de monitoramento de serviços que fosse confiável e flexível. O primeiro desafio, entretanto, seria adaptar a feia interface do Nagios a um sistema mais "visual" e intuitivo.

Uma interface mais simples, flexível e bonita. Se tudo corresse como planejado, no final do processo poderíamos até utilizar equipamentos de monitoramento, à vista de todos no prédio da administração da empresa. A idéia era dar maior transparência na adminstração de TI, porém sem deixar de lado os cuidados com a segurança de informações.

Utilizei a nova árvore 2.0, ainda beta, do nagios, para que o projeto pudesse acompanhar melhor as futuras versões desse software.

Para isso, foi necessário desenvolver um sistema de "conexão" do nagios 2.0 com o mysql, visto que não havia nada pronto nesse sentido, quando o projeto foi iniciado.

Um processo daemon é utilizado para monitorar as verificações do Nagios, e atualizar o banco de dados com as informações necessárias.

Além disso, há grande disponibilidade de plugins para monitoramento de serviços e servidores. Havia a opção inclusive de utilizar softwares que fizessem uma maior integração com os servidores Windows, inclusive via WMI, mas preferi não aumentar a complexidade da estrutura já existente.

Veja os resultados:

Free Image Hosting at www.ImageShack.us - Interface para o Nagios, utilizando ícones funcionais do MS Visual Studio. (utilizando em Full-screen, mas mostrando barras do IE apenas para contextualização)


Free Image Hosting at www.ImageShack.us- Ao fundo, monitores mostram o status de serviços essenciais de TI.

Tuesday, January 25, 2005

Good news - Batman Begins is from a decent director: Christopher Nolan

Batman Begins, the next movie about Batman to be released soon, was directed by Christopher Nolan, the director of Memento, which was a really great movie, and Insomnia.

Although it can be better than those terrible prequels, we shouldn't not expect the quality of Tim Burton's now classics Batman and Batman Returns.

Argh

Joel Schumacher is the worst movie director in hollywood.

Check his filmography at IMDB.

Tuesday, January 4, 2005

Free image hosting services review

Do you have a digital camera, or anyway want to host many pictures in the web, but can't afford to pay for the bandwidth that would usually cost?

Free images hosting services are here to help us on that.

To the be quick, imageshack.us and bighosting.net are the best services. Tinypic.com is ok, but it's basically a bootlagged version of the first ones.

There is also strike9.com and photobucket.com, but these require registration, and offer limited services for free accounts.




To begin with, Strike9 requires registration and e-mail confirmation. Besides that, the Free account only offers 1Mb of space and bandwidth of 50 Mb/month. That's a shame.

At least you can use ZIP to upload multiple images easily.


Photobucket also requires registration, but offer a decent amount of space and bandwidth, compared to Strike9.

You can use up to 25mb in the free account, and transfer 1500Mb every month.

A great plus is that they offer FTP upload.


tinypic is a sister service of photobucket. They have an interface that is almost the same as imageshack's.

Service is simple, doesn't require registration. Alas, if you need to register to keep track of your messages, tinypic is not for you. They won't track your messages. That's up to you.

A great thing is you can use use infinite bandwidth, and the image size limit is not clear.

It's also cool that you can see other people's pictures and that there is a "top images" rank.

Images load a bit slow.


Imageshack offers all that tinypic does. Besides, its free account will keep track of your messages and you will have limited support (20 files) for sending multiple files through ZIP or other methods. They even offer image rating.

Like in tinypic, images won't load very fast.


Bighosting.net is great because you can storage many other type of files, including mp3, doc and xls. File size limit is 1MB. No registration required, and bandwidth is unlimited.

A nice feature is that you can choose for how long you want the file to be stored.



In short, if you are looking for a good free image hosting service, go check imageshack.us. If you need to host other type of files, bighosting.net is the best choice, ATM.




Monday, January 3, 2005

How to download "Google Hacks" oreilly ebook: irony

It's quite simple: google for "hydracefallus". It's a unique, misspelled word that only seems to appear in that book(and now in this blog). Obviously, downloading that book without paying is illegal, yet it's ironic that "Google Hacks" teaches just that kind of tricks.

Many would agree that book should be also labeled "how to find pirated or innocently stored oreilly books on the web".

=]

Sunday, January 2, 2005

Glob, mlog - maillog, gmailog

O gmail trouxe uma nova realidade pro meu cotidiano. Pude assinar diversas listas interessantes, que eu nunca podia passinar pela dificuldade de guardar as mensagens - e de organizá-las. O resultado é que o tráfego de mensagens que agora recebo diariamente é enorme.

Da maioria, como nas mensagens da bugtraq, leio apenas os assuntos.

No final das contas, passo muito mais tempo lendo e-mails do que propriamente "navegando".

Assim, se eu fosse de fato um blogger, eu não seria um "blogger", e sim um "mlogger" - um maillogger, e relataria o que vejo diariamente na minha caixa de e-mails.

Pena que não sou nem um nem outro.

Moved!

http://www.yvesjunqueira.com/blog