Tuesday, July 28, 2009

Churrasco com carvão tá fora de moda

O verão já começou faz tempo e o clima está pedindo um churrasco na laje. Então no sábado compramos uma churrasqueira. Êta minino feliz que eu fiquei. Tivemos que trazer o trambolhão à pé e de trem, foi dureza. Mas o sacrifício valeu a pena. Hoje fizemos o test drive e deu tudo certo.



Como eu morro de preguiça de mexer com carvão, acender fogo e abanar a brasa, o que é pré-requisito pra uma churrasqueira tradicional, compramos uma churrasqueira a gás :-). É só apertar um botão que o fogo tá aceso, sem fumaça, sem sujeira e sem abanação. Tudo muito civilizado. Preguiçoso Certifed!

A Carla ainda prefere o churrasco fumacento de carvão, e meus antepassados gaúchos devem estar rolando no túmulo em revolta com essa história de churrasqueira a gás. Mas a gente mora em apartamento e mesmo estando no andar mais de cima e no canto do prédio, não quero que os vizinhos nos odeiem, então carvão não rola.

Hoje na inauguração do equipamento culinárico fizemos lónguiça, mio verde e a Carla estreiou sua receita de hamburger caseiro. Ficou tudo uma delícia.


Tá notando a falta de alguma coisa? Sim, tá faltando carne de verdade. É que aqui a gente não se acha carne bovina com muita facilidade, não. Pra comprar carne a Carla precisar ir num açougue brasileiro. Lá tem tudo o que você pensar - incluindo arroz, feijão e picanha. Daqui uns dias vamos nos abastecer e fazer um churrasco legítimo. O de hoje foi só brincadeirinha.